sábado, dezembro 06, 2003

Ejaculação feminina.

Há tempos apanhei num blog referência à ejaculação feminina. Já uma vez tinha visto um desses vídeos x-rated que circulam na net, mas na altura pensei mais em imagens forjadas do que efeito efectivo.

Porquê? Porque sempre vi o assunto tratado como um mito.

Desde então tenho lido algumas coisas sobre o assunto na internet, relatos de mulheres que o experimentaram e de homens que os testemunharam.

Uma coisa deu para perceber, o assunto é muito controverso. Mesmo os cientistas não estão de acordo. Existe ou não existe?

Acho que a sexualidade feminina continua a estar mal estudada e mal divulgada, mesmo entre as próprias mulheres, pelo qual me penitencio pessoalmente também. Parte da informação que consegui recolher foi em sites relacionados com incontinência urinária feminina, porque muitas das vezes a ocorrência da ejaculação é considerada um problema desta índole.

Para já do que li consegui perceber o seguinte:

O ponto G (desse já devem ter ouvido falar) corresponde a uma área com alguns centímetros localizada no interior da vagina, na zona mais próxima do abdómen, foi descoberto em 1950 (sim, há mais de meio século) por Ernest Grafenberg (ponto G de Grafenberg).

Nessa zona existe uma glândula, a glândula de Skene ou glândula parauretral, que seria o equivalente feminino da próstata masculina, sendo responsável pela produção do líquido ejaculado pela mulher.
(Imagem aqui ).

Essa glândula não se encontra desenvolvida da mesma forma em todas as mulheres, em algumas é praticamente inexistente, de tal forma que em teste post-morten não foi encontrada por ser tão diminuta.

A estimulação através da parede da vagina dessa glândula produz sensações agradáveis que podem levar ao orgasmo e à ejaculação, e é, segundo o que li, comparável á estimulação da próstata, através do ânus, nos homens.

Depois de tudo o que li na net, um ponto que não deixa de ser curioso é que a maior parte da investigação actual na sexualidade e orgasmo feminino resulta do investimento da indústria farmacêutica na criação de um viagra feminino.

O outro aspecto curioso é que no século XXI ainda o conhecimento seja tão sectorial e tão mal divulgado. Sobre este assunto como sobre muitos outros.


Deixo alguns links se pretenderem ler um pouco mais e uma animação engraçada para descobrirem a localização do ponto G.


Alguns links
-http://news.bbc.co.uk/1/hi/health/2090434.stm
-http://www.newscientist.com/news/news.jsp?id=ns99992495
-http://www.sexuality.org/l/sex/gspotfaq.html
-http://www.sexuality.org/index.html
-http://www.the-clitoris.com/f_html/ejacula.htm
-http://www.libchrist.com/sexed/Gspot.html

Sem comentários: